Memorial

Uma monumental agência bancária em estilo eclético no centro de Porto Alegre converteu-se em espaço cultural. A restauração tornou públicas áreas antes de acesso restrito, como alas administrativas e cofres, agora destinadas a usos coletivos, como teatro, música, palestras e gastronomia.


O hall central do banco, com mais de 12 metros de altura e clarabóias em estilo art nouveau, transformou-se no núcleo expositivo que recebe e organiza o fluxo de pessoas pelo edifício.


Entre o hall e a claraboia, um novo passadiço em placas de vidro fez surgir um espaço de 700m² que, por sua transparência, permite a entrada da luz natural na recepção dos visitantes.

Memorial

Uma monumental agência bancária em estilo eclético no centro de Porto Alegre converteu-se em espaço cultural. A restauração tornou públicas áreas antes de acesso restrito, como alas administrativas e cofres, agora destinadas a usos coletivos, como teatro, música, palestras e gastronomia.


O hall central do banco, com mais de 12 metros de altura e clarabóias em estilo art nouveau, transformou-se no núcleo expositivo que recebe e organiza o fluxo de pessoas pelo edifício.


Entre o hall e a claraboia, um novo passadiço em placas de vidro fez surgir um espaço de 700m² que, por sua transparência, permite a entrada da luz natural na recepção dos visitantes.