Memorial

 Tendo como título “No architects. From urbanity to intimacy” (Não arquitetos. Da urbanidade à intimidade), propusemos apresentar 100 pessoas sendo entrevistadas sobre arquitetura.


Desde o vendedor de sanduiche da praia de Copacabana e o malabarista da esquina até artistas, psicanalistas, escritores, estas pessoas expressam suas lembranças, experiências, percepções íntimas do mundo que os rodeia.


As entrevistas foram apresentadas na íntegra em livros dispostos em mesas com confortáveis cadeiras onde pessoas poderiam passar horas tranquilamente as lendo. Os trechos principais das conversas estavam em painéis nas paredes, dando o tom da exposição.

Igualmente importante foi a intervenção que recuperou a estrutura do pavilhão, em especial, a fachada de madeira cuja expressão original foi devolvida sem a tinta que a cobria. 

Memorial

 Tendo como título “No architects. From urbanity to intimacy” (Não arquitetos. Da urbanidade à intimidade), propusemos apresentar 100 pessoas sendo entrevistadas sobre arquitetura.


Desde o vendedor de sanduiche da praia de Copacabana e o malabarista da esquina até artistas, psicanalistas, escritores, estas pessoas expressam suas lembranças, experiências, percepções íntimas do mundo que os rodeia.


As entrevistas foram apresentadas na íntegra em livros dispostos em mesas com confortáveis cadeiras onde pessoas poderiam passar horas tranquilamente as lendo. Os trechos principais das conversas estavam em painéis nas paredes, dando o tom da exposição.

Igualmente importante foi a intervenção que recuperou a estrutura do pavilhão, em especial, a fachada de madeira cuja expressão original foi devolvida sem a tinta que a cobria.